By Jornal dos Desportos |

Jornal dos Desportos - Benvindo Inácio regressa à selecção "AA"

Novo seleccionador de honras assegura estar pronto para o trabalho

Fotografia: M.Machangongo | Edições Novembro

A Federação Angolana de Futebol de Salão (FAFUSA) apresentou ontem, em conferência de imprensa realizada na sede social da Federação Angolana de Andebol, em Luanda, o técnico Benvindo Inácio como novo seleccionador nacional de futsal de honras, em substituição de Libânio Lopes, visando a eliminatória diante da similar da Zâmbia, nos dias 21 e 30 de Outubro próximo, qualificativo para o CAN do Marrocos, nos meses de Janeiro e Fevereiro de 2020.
Benvindo Inácio, que regressa a função que exerceu em 2005, 2006, 2007 e 2011,  garantiu estar preparado para dar o seu melhor nesta eliminatória, pois o objectivo é qualificar Angola para o CAN 2010.
" Estou pronto para dar o meu contributo ao futsal de Angola e trabalhar para ser campeão africano num futuro próximo. Traçamos um plano de trabalho com três fases. A primeira começa no dia 6 de Maio, com uma preparação de quatro treinos por semana, apenas aos domingos,  a segunda, vamos esperar em Agosto, depois do campeonato nacional para trabalhar com o grupo e na terceira fase, vamos  trabalhar até ao dia 13 de Outubro apenas com 14 jogadores ", disse o seleccionador que tem como adjuntos João Faria e Paulo Marques.
Pela primeira vez, a selecção nacional de futsal vai contar com um médico à tempo integral, segundo garantias dadas pelo secretário-geral da FAFUSA, Eliseu Major, por altura da apresentação do novo seleccionador de honras.
O executivo das FAFUSA disse esperar pelo apoio de todos para que os " Palancas de sala " atinjam o objectivo de marcar presença no próximo CAN da modalidade, com sede em Marrocos.
" Ainda não tenho uma estimativa de quanto a FAFUSA vai gastar nesta campanha, dependemos do programa que o seleccionador vai nos remeter, pois vai efectuar algumas deslocações às províncias em trabalho. Contamos com o apoio de todos, até ao momento ainda não recebemos as verbas do Ministério da Juventude e Desportos, mas não vamos depender apenas disso, contamos também com a ajuda dos empresários e da imprensa para que haja transparência em tudo ", concluiu.

 PREPARAÇÃO
Cinco amistosos na agenda


 O seleccionador nacional de futsal em honras, Benvindo Inácio, prevê disputar cinco jogos amistosos na preparação para os jogos diante da Zâmbia, referente à eliminatória de acesso à fase final do Campeonato Africano das Nações, CAN, em 2020, com sede em Marrocos, sendo as selecções provinciais de Luanda, Huambo, Huíla, Namibe e Benguela e se possível a similar de Moçambique, as apostas da equipa técnica para os testes.
Para o estágio pré-competitivo, a realizar-se no país, o seleccionador pensa levar 20 jogadores e garante ser um número suficiente antes da última triagem para a eliminatória com os zambianos.
" Traçamos cinco jogos de preparação, mas se a Federação acrescentar e com selecções mais fortes, naturalmente que estaremos receptivos. Serão 26 treinos que estão planificados. Pensamos fazer este número de jogos para não sobrecarregar os jogadores numa fase próxima da competição ", disse Benvindo Inácio, que quer ser o terceiro seleccionador a apurar o conjunto nacional a um CAN, depois de Shéu Cahalo e Libânio Lopes.
De acordo com o secretário-geral da FAFUSA, Eliseu Major, as condições estão a ser preparadas com seis meses de antecedência para evitar falhas." Já começamos a preparar as condições logísticas, faltam seis meses para a eliminatória com a Zâmbia, queremos trabalhar com antecipação para evitar experiências menos boas neste período. Vamos utilizar dois campos, serão os pavilhões da Cidadela e a outra opção é o Arena do Kilamba, mas podemos utilizar outros campos ", admitiu o dirigente, acrescentando que  "o estágio pré-competitivo está em estudo. Estamos a fazer tudo para que o seleccionador tenha jogos amistosos suficientes, seja em Luanda ou fora dela. Podem ficar descansados porque nós temos um pré-orçamento para esta preparação ", rematou.